Coordenação
 
  Paulo Arthur Buchvitz
Psicólogo pela Universidade Metodista, Rudge Ramos, São Bernardo do Campo - UMESP.
Mestre em Psicologia da Educação, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUCSP.
Doutor em Educação e Psicanálise, pela Universidade de São Paulo - FEUSP.
Atuou como psicólogo escolar durante onze anos, psicólogo clínico desde 1989 e professor de graduação e pós-graduação desde 1991.

e-mail:
pauloarthur@censanet.com.br
Tel: (22) 2726-2731
Horário de Atendimento: 2ª a 6ª feira das 17h às 22h30

Palavra do Coordenador

O curso de psicologia do ISECENSA está a serviço da pessoa hodierna e da sociedade globalizada, através de profissionais formados em psicologia, que possam com congruência em seus respectivos contextos, demandarem a investigação, a análise, a avaliação, a prevenção e a atuação em processos psicológicos, psicossociais e na promoção da qualidade de vida, viabilizando, assim, a atuação de profissionais qualificados em diferentes áreas e necessidades. Sua meta central é a formação do Psicólogo voltado para a atuação profissional, possibilitando ao aluno o desenvolvimento das competências e habilidades acadêmicas, instrumentais, estratégicas e éticas.
 
A formação em Psicologia tem por objetivo geral dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades: atenção centrada na saúde: os profissionais devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde psicológica e psicossocial, tanto em nível individual quanto coletivo, bem como a realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética e bioética;
Tomada consciente de decisões: o trabalho dos profissionais deve estar fundamentado na capacidade de avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;
Comunicação científica e ética: os profissionais devem ser acessíveis e devem manter os princípios éticos no uso das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral;
Capacidade de liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade.
Planejamento de administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativa, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou liderança na equipe de trabalho;
Pesquisa e educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática e de ter responsabilidade e compromisso com a própria educação, pesquisa e estágios das futuras gerações de profissionais, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.